Dólar sobe quase 1% sobre real, à espera de decisão do Fed

São Paulo – O dólar saltava mais de 1 por cento e se aproximava de 3,90 reais nesta quinta-feira, refletindo a preocupação dos investidores com o comprometimento do governo brasileiro com o reequilíbrio das contas públicas, enquanto esperavam a decisão do Federal Reserve, banco central norte-americano, nesta tarde.

Às 10:19, o dólar avançava 1,50 por cento, a 3,8917 reais na venda, perto da máxima da sessão, de 3,8982 reais.

“Há muito ruído no cenário local. Isso acaba com qualquer fundamento do mercado”, disse o gerente de câmbio da corretora Treviso, Reginaldo Galhardo.

Notícia publicada no jornal Valor Econômico nesta manhã traz que o Instituto Lula e o PT estariam defendendo a flexibilização das políticas fiscal e monetária. Isso implicaria a redução da taxa de juros “na marra” e o afrouxamento do gasto público, e somente seria viabilizado com a saída do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, e do presidente do Banco Central, Alexandre Tombini.

Investidores avaliavam que esse cenário poderia precipitar a perda do selo de bom pagador brasileiro por outras agências de classificação de risco além da Standard & Poor’s, provocando fuga de capital do país.

Além disso, a crise política cada vez mais intensa fazia investidores adotarem posturas ainda mais defensivas.

No cenário externo, a decisão do Fed, que será divulgada às 15h (horário de Brasília), ocupava o centro das atenções, em meio a incertezas sobre a possibilidade de o banco central norte-americano promover a primeira alta de juros em uma década.

Os juros futuros nos Estados Unidos apontavam chance de apenas 25 por cento de o Fed elevar a taxa, enquanto uma ligeira maioria dos economistas consultados em pesquisa Reuters prevê a manutenção dos juros.

Juros mais altos nos EUA podem atrair para a maior economia do mundo recursos aplicados em países como o Brasil, amplificando o efeito das incertezas locais. “Se o Fed subir juros, vai ser uma tempestade mais que perfeita”, disse o operador de uma gestora de recursos nacional.

Pela manhã, o Banco Central dará continuidade à rolagem dos swaps cambiais que vencem em outubro, com oferta de até 9,45 mil contratos, equivalentes a venda futura de dólares.

Texto atualizado às 11h19

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s