Novo CEO na Odebrecht; Bolsa nos 68.200…

Novo presidente na Odebrecht

O grupo Odebrecht anunciou nesta sexta-feira um novo presidente. Luciano Guidolin vai assumir o comando do grupo no lugar de Newton Souza, que passará a vice-presidente do Conselho de Administração. Guidolin tem 44 anos e começou na Odebrecht como estagiário da Braskem, o braço petroquímico do grupo. A escolha de Guidolin segue a estratégia tradicional na cultura da empresa, já que promove à liderança um funcionário de carreira, apesar das tentativas de mostrar mudança. A expectativa era de que a empresa contratasse alguém de mercado. Guidolin passou 12 anos na Braskem, indo de estagiário a diretor. Depois foi diretor financeiro da ETH, hoje Odebrecht Agroindustrial e teve uma passagem como  vice-presidente de finanças na holding Odebrecht quando voltou à Braskem e ficou mais cinco anos. Parte do desafio do executivo será  mudar a área de compliance do grupo e reduzir uma dívida de 100 bilhões de reais.

_

Bolsa: melhor semana do ano

Em mais um dia cheio de balanços o Ibovespa subiu 1% e alcançou os 68.200 pontos. Na semana, o índice teve alta de 3,8% – o melhor desempenho semanal do ano. Entre os destaques positivos do dia, as ações preferenciais da Petrobras subiram 4% e as ordinárias, 3,6%. A alta acontece após a estatal ter anunciado um lucro de 4,45 bilhões de reais no primeiro trimestre, ante o prejuízo de 1,25 bilhão no mesmo período de 2016. Durante a teleconferência, os executivos ressaltaram os resultados alcançados, mas ponderaram que ainda há um importante caminho em busca da redução da enorme dívida da empresa.

_

Itaú +0,73%

As ações preferenciais do Itaú Unibanco subiram 0,73% nesta sexta após o banco anunciar, na noite de ontem, a compra da participação de 49,9% da XP Investimentos por 6,2 bilhões de reais. Na semana — que foi marcada pela expectativa de fechamento do negócio — as ações subiram 3,7%.  O presidente do Itaú Unibanco, Candido Bracher, disse nesta sexta que a aquisição de uma fatia minoritária na XP Investimentos não deve trazer impacto significativo no resultado do banco neste ano. Isso porque, acrescentou ele, as aprovações regulatórias para o negócio podem levar um ano.

_

Kroton melhora números

As ações do grupo de educação Kroton subiram 0,51% após números positivos no primeiro trimestre. A companhia teve um lucro ajustado de 577,1 milhões de reais no primeiro trimestre, alta de 17,6% em relação ao mesmo período do ano passado. O valor exclui os ganhos não recorrentes tidos no começo do ano passado com a venda da Uniasselvi. A receita ajustada também apresentou crescimento, de 11,3%.   

_

BRF sobe 1,53%

A empresa de alimentos BRF também teve um dia de alta na bolsa por conta do seu balanço, as ações da empresa subiram 1,53%. A companhia teve um prejuízo de 286 milhões de reais no primeiro trimestre, depois de lucrar 39 milhões de reais no mesmo período de 2016. A empresa foi um dos alvos centrais da operação Carne Fraca da Polícia Federal. A operação interrompeu parte da produção da empresa e as exportações em países muçulmanos e África.

_

B2W despenca 11%

As ações da maior empresa de e-commerce do país, a B2W, caíram 11% nesta sexta-feira após os resultados decepcionantes do primeiro trimestre. O prejuízo da companhia cresceu 33,3%, para 176,8 milhões de reais. A receita teve queda de 7,6% para 1,6 bilhão de reais, enquanto o resultado operacional medido pelo Ebitda recuou 14,3%, para 127,2 milhões de reais.

_

BNDES lucra menos

O BNDES, maior banco de fomento do país, teve uma retração de 76% nos ganhos do primeiro trimestre na comparação com o mesmo período de 2016. O valor foi de 373 milhões de reais. De acordo com o banco, a queda no nível de atividade econômica nos últimos meses levou à deterioração de alguns créditos , o que fez suas despesas com provisão para risco de crédito subirem 871 milhões de reais, para 3,3 bilhões de reais. Já a BNDESPar, braço de participações societárias do BNDES, fechou o primeiro trimestre com lucro líquido de R$ 1,2 bilhão, revertendo prejuízo de R$ 1,8 bilhão nos três primeiros meses do ano passado.

_

Hopi Hari fechado

Sob reclamações de “ataques raivosos” e “infames reportagens”, o parque de diversões Hopi Hari anunciou nesta sexta-feira que pretende fechar as portas ao público. Segundo comunicado, o encerramento das atividades é uma “pausa” para “tomar fôlego e voltar com toda força”. Na semana passada, uma reportagem mostrou uma várias falhas de segurança no parque. Nesta semana, apontou dificuldades do Hopi Hari e que o parque estaria para fechar. “Nesta última semana, o Hopi Hari foi alvo de uma onda de ataques raivosos e desproporcionais, pressagiando o fim do parque —o que, se depender de nós, não irá acontecer. O Hopi Hari segue vivo”, afirma o comunicado do presidente do parque, José Luiz Abdalla, reconhecendo mais abaixo que o parque fará uma pausa nas operações.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s