O rali do dólar

A sexta-feira foi um dia de fortes emoções no mercado de câmbio. O dólar chegou a subir mais de 4% e ser cotado a 3,50 no decorrer do dia. No fim das contas, após três operações de venda de dólar pelo Banco Central (chamadas de swap tradicional), fechou o dia cotado a 3,39 reais, com alta de 0,9%. É o mesmo valor que a moeda tinha em junho. A alta acumulada do dólar na semana é de 4,99% e, desde quarta, de 7,1%.

O motivo da escalada tem nome e sobrenome: Donald Trump. Com as incertezas que cercam a eleição do republicano, investidores têm sacado recursos de mercados instáveis, como o Brasil. Além disso, analistas estimam que o governo Trump acelere investimentos em infraestrutura, o que pode impulsionar a inflação e, consequentemente, levar a um aumento nos juros – o que retira recursos de mercados emergentes.

A pergunta número um é qual o tamanho do apetite do Banco Central brasileiro para segurar o câmbio. Seu presidente, Ilan Goldfajn, afirmou nesta sexta-feira, em um evento no Chile, que o câmbio flutuante é uma ferramenta importante no Brasil e repetiu que o BC somente reduzirá o estoque de swaps tradicionais quando as condições de mercado permitirem. Analistas continuam prevendo o dólar acima de 3,60 até o fim do ano. Há quem fale em 3,80. O certo é que o patamar de 3,20 do início da semana está fora de cogitação.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s