Petróleo atinge máxima em 8 meses com interrupções na oferta

Houve ainda uma redução maior que a esperada nos estoques de petróleo dos Estados Unidos na terça-feira, indicando um alívio na sobreoferta global

Londres – Os preços do petróleo subiam nesta quarta-feira para o maior nível em oito meses, no terceiro dia consecutivo de alta, devido a interrupções na produção na Nigéria e fortes dados sobre a demanda chinesa.

Houve ainda uma redução maior que a esperada nos estoques de petróleo dos Estados Unidos na terça-feira, indicando um alívio na sobreoferta global.

Um dólar mais fraco, no menor nível em cinco semanas contra uma cesta de moedas também impulsionou as cotações.

O petróleo Brent subia 1,48 por cento, a 52,20 dólares o barril, às 9:11 no horário de Brasília.

O petróleo dos Estados Unidos avançava 1,31 por cento, a 51,02 dólares o barril, no mesmo horário.

“O sentimento do mercado é positivo; a tendência e o momento apontam para mais ganhos”, disse o analista de commodities do Commerzbank, Carsten Fritsch.

Interrupções na produção causadas por uma série de ataques de um grupo militante na Nigéria também ajudaram os preços, ao levar a oferta do país exportador ao menor nível em 20 anos.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s