Petróleo opera em alta, após consultoria sinalizarequilíbrio

Às 7h57 (de Brasília), o petróleo WTI para abril subia 1,42%, a US$ 34,22 o barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex)

Londres – Os contratos futuros de petróleo operam em alta na manhã desta terça-feira, com participantes do mercado afirmando que há mudanças na perspectiva global para o equilíbrio entre a oferta e a demanda.

Mesmo sinais mais fracos da indústria da China não alteravam esse cenário para a commodity, ao menos por enquanto.

Às 7h57 (de Brasília), o petróleo WTI para abril subia 1,42%, a US$ 34,22 o barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex).

Em Londres, o Brent para maio avançava 0,74%, a US$ 36,84 o barril, na plataforma ICE.

Analistas de petróleo da consultoria Energy Aspects afirmaram nesta terça-feira que os estoques globais de petróleo recuaram para cerca de 12 milhões de barris em janeiro.

O número de poços e plataformas em atividade nos EUA também devem cair novamente nesta sexta-feira, preveem os analistas.

Os produtores nos EUA têm demonstrado resistência diante das condições difíceis do mercado e a produção ainda avança na comparação anual, ainda que recue na comparação mensal. No momento, a produção de petróleo dos EUA está em 9,26 milhões de barris ao dia.

A alta nos preços poderia marcar uma importante mudança psicológica no mercado. O Brent tem operado nas últimas semanas na faixa de entre US$ 32 e US$ 36 o barril, mas vários operadores dizem que, caso ele rompa a barreira de US$ 36, isso pode sinalizar o fim de um período recente de maior volatilidade.

Os estoques de petróleo também têm recuado. Operadores esperam que isso possa mostrar que o período de excesso de oferta está perto do fim. Ainda assim, qualquer ganho no preço pode ser pequeno, a menos que a demanda avance mais rápido que o previsto.

“Os fundamentos do lado da oferta têm sido mais fortes do que esperávamos e isso significa que o mercado irá continuar com excesso de oferta por mais tempo”, afirmou Ann-Louise Hittle, da Wood Mackenzie.

A alta nos preços pode também mostrar que o foco do mercado mudou da demanda para a oferta. Dados divulgados na terça-feira pela China mostraram números fracos da indústria do país, mas os preços do petróleo se fortalecem apesar disso.

A Energy Aspects disse que as importações de petróleo da China na verdade aumentaram em fevereiro, para 7,7 milhões de barris ao dia, mas essa alta ocorre em comparação com um resultado relativamente fraco de fevereiro.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s