Principais bolsas asiáticas se recuperam após Brexit

Após as fortes perdas registradas na última sessão por causa da saída do Reino Unido da UE, maioria das bolsas asiáticas recuperou parte do valor de mercado

São Paulo – As principais bolsas asiáticas tiveram um movimento de recuperação nesta segunda-feira, lideradas por Tóquio, após mostrarem fortes perdas na sessão anterior em reação à inesperada decisão do Reino Unido de votar por sua saída da União Europeia.

O índice japonês Nikkei subiu 2,39%, a 15.309,21 pontos, apagando parte do tombo de 7,92% que sofreu na sexta-feira na esteira do chamado “Brexit“.

Apesar disso, o mercado em Tóquio permanece nos menores níveis desde outubro de 2014, após se desvalorizar por quatro semanas consecutivas.

Operadores e analistas preveem que os negócios na Ásia irão mostrar volatilidade esta semana, à medida que os investidores buscarem avaliar como o Reino Unido irá ajustar suas relações com a Europa e monitorarem a possibilidade de mais contágio financeiro.

“As coisas estão se acomodando um pouco”, comentou o chefe de ações asiáticas da corretora CLSA em Hong Kong, Rob Levine. Mas “os investidores ainda estão tentando digerir quem são os grandes ganhadores e perdedores”, acrescentou.

Na China, as bolsas também avançaram, apesar de o banco central do país ter ajustado sua taxa de paridade para o yuan ao menor nível em cinco anos e meio, levando a moeda chinesa a fechar os negócios de hoje em Xangai no patamar mais baixo frente ao dólar desde dezembro de 2010.

O Xangai Composto avançou 1,5%, a 2.895,70 pontos, enquanto o Shenzhen Composto, de menor abrangência, teve alta ainda mais expressiva, de 2,4%, a 1.946,70 pontos.

Os setores chineses de cobre a aço foram destaque positivo, em meio a um movimento especulativo que se seguiu ao anúncio de metas de Pequim para reduzir a capacidade de produção nessas duas indústrias.

A exceção entre os mercados mais relevantes foi o de Hong Kong, onde o Hang Seng terminou o dia em leve baixa de 0,16%, a 20.227,30 pontos. Durante a sessão, porém, o Hang Seng chegou a cair 1,4%.

Entre bolsas menores da Ásia, o índice filipino PSEi registrou ganho de 1,13% em Manila, a 7.715,90 pontos, e o sul-coreano Kospi mostrou alta marginal de 0,08%, a 1.926,85 pontos, mas o Taiex recuou 0,21% em Taiwan, a 8.458,87 pontos.

Na Oceania, a bolsa australiana se recuperou discretamente. O S&P/ASX 200, que reúne as empresas mais negociadas em Sydney, avançou 0,5%, a 5.137,20 pontos, depois de cair 3,2% nos negócios de sexta, também em função do Brexit.

Destacaram-se hoje grandes mineradoras anglo-australianas, como BHP Billiton (+3,1%) e Rio Tinto (+2,9%).

Com informações da Dow Jones Newswires.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s