36 mil civis buscam refúgio na capital do Sudão do Sul

O acesso ao complexo da ONU está sendo bloqueado para civis, que estão presos em igrejas e escolas, sem acesso a água e saneamento

Genebra – A Organização das Nações Unidas (ONU) pediu nesta terça-feira por movimentação livre e proteção para civis que fogem de conflitos na capital do Sudão do Sul, Juba, onde ao menos 36 mil deslocados buscam refúgio em instalações da ONU e outros lugares, segundo a entidade.

“O acesso para estes necessitados é limitado pelo conflito em andamento e pela insegurança”, disse a porta-voz da ONU Alessandra Vellucci durante entrevista coletiva em Genebra.

O acesso ao complexo da ONU está sendo bloqueado para civis, que estão presos em igrejas e escolas, sem acesso a água e saneamento, informou a Organização Mundial de Saúde (OMS), acrescentando que está enviando kits de emergência.

A agência de refugiados da ONU pediu para que países vizinhos mantenham suas fronteiras abertas para pessoas que buscam asilo e disse estar se preparando para possíveis fluxos de refugiados. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s