A batalha contra o açúcar

A Filadélfia, nos Estados Unidos, está travando uma guerra contra o açúcar. Na quarta-feira 25, a cidade começou a discutir um ajuste fiscal, e no plano para reforçar o caixa está um projeto para taxar as bebidas açucaradas. Refrigerantes, chás gelados, sucos e energéticos devem ficar 2 ou 3 centavos mais caros a cada 30 gramas de bebida. Uma iniciativa para desestimular o consumo e para receber retorno de um dos setores que mais ajudam a sobrecarregar o sistema de saúde.

No México, pioneiro na taxação do açúcar e das junk foods em 2014, deu certo. O consumo de bebidas industrializadas caiu 12% em um ano. Países como Inglaterra, Índia e Indonésia também estudam elaborar planos nacionais de combate ao açúcar.

Nos Estados Unidos, a preferência por bebidas saudáveis derrubou o consumo de refrigerantes. Em 2015, cada americano tomou 72,5 litros, 20% menos do que em 2009. Mas ainda é muito mais do que a média mundial, de 16,8 litros por pessoa ao ano. Não à toa, os índices de obesidade entre os americanos atingiram níveis exorbitantes e, hoje, mais de 60% da população está acima do peso.

No Brasil, a média é de incríveis 80 litros por ano. O Ministério da Saúde estima que as doenças relacionadas ao sobrepeso já onerem os cofres públicos em mais de 100 bilhões de reais ao ano. Em 2013, o governo firmou um acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Alimentos para retirar 28.000 toneladas de sódio dos pratos brasileiros até 2020 e já há regras em relação à gordura trans. Agora o Conselho Nacional de Segurança Alimentar também quer negociar com a indústria a redução do açúcar. É mais um capítulo na batalha contra o açúcar.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s