A batalha da Suprema Corte

A escolha do juiz Neil Gorsuch, indicado do presidente Donald Trump para ocupar uma vaga na Suprema Corte dos Estados Unidos, será votada nesta sexta-feira no Senado. Na quinta-feira, republicanos mudaram de última hora as regras do Senado e seu nome só precisa ser aprovado por uma maioria simples de 51 senadores. Com 52 republicanos, é esperado que o assento que pertencia ao juiz Antonin Scalia seja, finalmente, ocupado, depois de mais de um ano de vacância

Republicanos tiveram de mudar a regra, em um movimento chamado de “opção nuclear”, pois não conseguiriam aprovar o nome de Gorsuch com as regras anteriores que exigiam 60 nomes favoráveis. Durante o ano passado, os republicanos bloquearam a nomeação do juiz Merrick Garland, então indicado pelo ex-presidente Barack Obama à Suprema Corte.

O caso joga luz às brigas partidárias no Senado americano, tipicamente uma casa de mais consenso do que a turbulenta Câmara dos Representantes. Embora a mudança tenha sido só para nomeados à Suprema Corte, ela pode indicar uma nova postura dos republicanos para fazer valer sua voz no Congresso durante o governo Trump. Analistas  afirmam que o movimento já era esperado mesmo que Hillary Clinton tivesse vencido as eleições: mesmo democratas não teriam maioria para aprovar um nome e teriam que apelar para a “opção nuclear”. A mudança desta quinta-feira acompanha uma operada pelos democratas, em 2013, quando o partido votou para acabar com a regra de 60 nomes para indicações ao governo e a cortes menores.

É improvável que Gorsuch altere o equilíbrio da Corte, já que Scalia também era um juiz conservador. Mas a preocupação ressoa em outros três juízes, moderados e progressistas, que poderiam ser substituídos ainda na gestão Trump, caso se aposentem. Isso mudaria a dinâmica ideológica da Suprema Corte, favorecida pelas novas regras. Em uma semana explosiva na política internacional, Trump terá hoje uma boa notícia para celebrar em casa. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s