Abbas recusa dividir mesquita entre judeus e muçulmanos

"A situação que surgiu na Mesquita de al-Aqsa é muito perigosa. Mas é ainda pior que Israel pretenda dividir a mesquita entre muçulmanos e judeus", disse Abbas

Moscou – O presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas, recusou nesta terça-feira o projeto de Israel de dividir a Mesquita de al-Aqsa em Jerusalém, a terceira na hierarquia islâmica, entre judeus e muçulmanos.

“A situação que surgiu na Mesquita de al-Aqsa é muito perigosa. Mas é ainda pior que Israel pretenda dividir a mesquita entre muçulmanos e judeus”, disse Abbas ao se reunir nos arredores de Moscou com o presidente russo, Vladimir Putin.

Abbas, que chegou a Moscou para assistir à inauguração amanhã da maior mesquita da Europa, advertiu para as consequências dessa decisão, que poderia provocar um conflito religioso.

Além disso, o líder palestino tachou de “terroristas” as ações dos colonos hebreus, “que matam quase diariamente os jovens palestinos”, informaram agências locais.

Abbas já abordou com o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, a tensão criada pelas limitações do acesso à Esplanada das Mesquitas impostas pelas autoridades israelenses.

Israel restringiu ontem o acesso a al-Aqsa até novo aviso e somente permitirá a entrada de homens com mais de 50 anos e mulheres de qualquer idade, medida que justificou pelos últimos confrontos violentos registrados no recinto sagrado.

Milhares de agentes da polícia e de outros organismos encarregados de manter a ordem foram desdobrados em Jerusalém Oriental e em sua cidadela antiga, onde estão os principais santuários para as três principais religiões monoteístas, já prevendo que os distúrbios da semana passada voltem a acontecer.

Esta semana os judeus celebram o Yom Kippur, a data mais solene do calendário hebreu, e os mulçumanos a festividade de Eid al-Adha, a Festa do Sacrifício, uma das mais importantes do calendário do islã.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s