Aborto: mínimo recorde

Nos Estados Unidos, o número de abortos atingiu seu mínimo histórico, com a taxa mais baixa desde a legalização do procedimento, em 1973. De acordo com novo relatório da ONG Guttmatcher, única instituição que realiza contagem de abortos no país, 926 milhões de abortos foram realizados em 2014, sendo 14,6 para cada 1.000 mulheres em idade reprodutiva e 18,8 para cada 100 gravidezes.

Do total de abortos, apenas 0,4% foram realizados no estado do Hawaii. O arquipélago, conhecido pela prática de surf e por ser altamente multicultural, é o estado com legislação mais liberal em relação ao aborto. Mais de 95% das mulheres que moram no Havaí têm acesso fácil a alguma clínica que realiza o procedimento. A facilidade, porém, não se reverte em maior número de casos. A queda na taxa de abortos realizados entre cada 1.000 mulheres em idade reprodutiva caiu de 21.1, em 2011, para 14, em 2014 – uma baixa de 33%, maior do que em qualquer outro estado americano, com exceção de Delaware, onde a taxa caiu 41% para alcançar 16,7. O Texas, que adotou leis mais rigorosas nos últimos anos, também se destacou, com 28% de queda, chegando a 9,8 abortos para cada 1.000 mulheres.

Para o instituto, o maior acesso a métodos contraceptivos, com redução no número de gravidezes indesejadas, é o principal motivo para o mínimo histórico alcançado. A dificuldade de algumas mulheres em acessar clínicas em alguns estados, como Wyoming, também foi visto como um empecilho para a realização do procedimento. Veja, abaixo, a evolução dos números de abortos nos Estados Unidos.

!function(e,t,s,i){var n=”InfogramEmbeds”,o=e.getElementsByTagName(“script”),d=o[0],r=/^http:/.test(e.location)?”http:”:”https:”;if(/^\/{2}/.test(i)&&(i=r+i),window[n]&&window[n].initialized)window[n].process&&window[n].process();else if(!e.getElementById(s)){var a=e.createElement(“script”);a.async=1,a.id=s,a.src=i,d.parentNode.insertBefore(a,d)}}(document,0,”infogram-async”,”//e.infogr.am/js/dist/embed-loader-min.js”);

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s