Acidente de trem na Holanda deixa um morto e vários feridos

O acidente aconteceu perto da cidade de Dalfsen, a 40 km da fronteira com a Alemanha

Um trem de passageiros descarrilou nesta terça-feira na região nordeste da Holanda depois de bater em uma plataforma elevatória, um acidente que deixou um morto e sete feridos, segundo as autoridades locais.

O acidente aconteceu perto da cidade de Dalfsen, a 40 km da fronteira com a Alemanha.

O condutor da plataforma elevatória, que conseguiu pular do aparelho antes da colisão, foi detido e interrogado pela polícia, segundo Han Noten, prefeito de Dalfsen. Uma investigação foi aberta.

“Houve uma morte”, declarou o prefeito Han Noten, em entrevista coletiva: “e eu posso confirmar que foi a do condutor” do trem.

O prefeito também indicou que dois feridos foram levados ao hospital, enquanto cinco foram tratados no local. “Sete ou oito” outros passageiros não ficaram feridos.

“A colisão foi violenta”, afirmou o prefeito, acrescentando que o trem estava viajando em “velocidade máxima” quando bateu na plataforma, que atravessava a via férrea em uma “passagem segura”.

Noten observou, no entanto, que “não havia muitos passageiros no trem”. “De modo geral, este trem está cheio à noite, mas relativamente vazio de manhã”, disse.

As imagens transmitidas pelos meios de comunicação holandeses mostraram o trem, de quatro vagões, deitado de lado, parcialmente em um campo, parcialmente sobre os trilhos.

“A frente do trem foi completamente destruída”, de acordo com uma testemunha entrevistada pela televisão pública holandesa NOS, que garante, ainda, que a plataforma elevatória está “em pedaços”.

Segundo uma testemunha entrevistada por um canal de TV, o aparelho estava atravessando as vias a uma velocidade mínima no momento do choque.

As razões para a presença da plataforma nas vias ainda estão sendo averiguadas.

“Os danos foram significativos e é impossível dizer quando os trabalhos de reparação poderão começar”, afirmou a sociedade holandesa de ferrovias NS.

“Nós esperamos pertubações no tráfego ferroviário por vários dias”.

O trem viajava entre as cidades de Zwolle e de Emmen, na região nordeste do país.

O secretário de Estado para as Infraestruturas, Sharon Dijksma, declarou estar “chocado” com o acidente, de acordo com a agência de notícias holandesa ANP.

O pior desastre ferroviário experimentado pela Holanda ocorreu em 8 de janeiro de 1962. Dois trens de passageiros colidiram perto de Utrecht (centro), fazendo 93 mortos e 52 feridos.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s