Alemanha alerta para aumento de violência contra refugiados

Segundo o relatório, há um "consenso ideológico" contra a política de asilo e a gestão da crise dos refugiados

Berlim – A polícia alemã prevê um aumento dos ataques xenófobos e agressões contra solicitantes de asilo, os que trabalham no atendimento a eles e contra políticos, indicou um relatório confidencial do Escritório Federal do Crime (BKA).

O documento, revelado nesta quinta-feira pelo jornal “Süddeutsche Zeitung” e pelas emissoras “NDR” e “WDR”, foi elaborado pouco antes da agressão à candidata favorita à prefeitura de Colônia, Henriette Reker, que ficou gravemente ferida na véspera das eleições ao ser atacada por um militante de um grupo neonazista.

Segundo o relatório, há um “consenso ideológico” contra a política de asilo e a gestão da crise dos refugiados em um “espectro de extrema direita muito heterogêneo”.

Além de ataques a albergues de refugiados, as forças de segurança temem que aumentem a incitação ao ódio e a xenofobia, tendo como alvo os gerentes desses albergues e os políticos.

Desde o começo do ano, segundo os números informados pelo BKA, foram registrados na Alemanha 576 delitos relacionados com os centros de refugiados, 523 deles com um cenário ultradireitista.

Esse número, que inclui tanto ataques diretos com danos como atos de propagada e de incitação à xenofobia, é mais do que o dobro do de 2014.

Entre essas agressões há 91 ataques diretos contra alojamentos de solicitantes de asilo e refugiados – 46 deles incêndios em albergues, frente os 28 registrados ano passado.

O ministro alemão de Interior, Thomas de Maizière, que visitou hoje um centro de estrangeiros, garantiu que as forças de segurança não lidarão superficialmente com estes ataques, e afirmou que seu departamento fará todo o necessário para evitar uma escalada da violência baseada no ódio.

Já o ministro da Justiça, Heiko Maas, mostrou preocupação com esses números, que qualificou de “atrozes”.

Para ele, o aumento da violência xenófoba “é uma vergonha para a Alemanha”, porque cada ataque a um centro de refugiados é um ataque à democracia.

Nos últimos dias políticos fizeram vários pedidos para que todos os cidadãos assumam sua responsabilidade e não guardem silêncio diante de atos e palavras racistas.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s