Alemanha exagerou percentual de passaportes sírios falsos

A Alemanha aplica uma política de portas abertas para os sírios que fogem da guerra em seu país e oferece uma permissão de residência de três anos

O percentual de migrantes que entraram na Alemanha com passaportes sírios falsos é muito inferior aos 30% anunciados pelo ministro do Interior em setembro, admitiu o governo.

A Alemanha aplica uma política de portas abertas para os sírios que fogem da guerra em seu país e oferece uma permissão de residência de três anos, além de facilidades para reunir a família.

Esta política provocou questionamentos entre os conservadores que apoiam a chanceler Angela Merkel.

A preocupação aumentou em setembro, quando o ministro do Interior, Thomas de Maiziere, disse que até 30% dos imigrantes, na realidade de outra nacionalidade, estavam entrando na Alemanha com passaportes sírios falsos para gozar destas vantagens.

De acordo com o ministro, o dado era baseado em estimativas de pessoas que trabalhavam nas fronteiras.

Em uma resposta escrita ao partido de esquerda Die Linke, no entanto, e recebida na segunda-feira à noite pela AFP, o governo destacou que apenas 8% dos 6.822 passaportes sírios examinados entre janeiro e outubro eram falsos.

Uma deputada do Die Linke, Ulla Jelpke, criticou o ministro.

“Ao invés de olhar uma bola de cristal, o ministro deveria preferir os fatos e a realidade”.

A Alemanha é o principal destino dos refugiados, que em sua grande maioria viajam por mar da Turquia para a Grécia e de lá atravessam os Bálcãs. O país europeu espera para este ano a chegada de mais de um milhão de imigrantes.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s