Alemanha prende argelino em conexão com ataques em Paris

A polícia alemã deteve um homem argelino em um centro de recepção de refugiados em conexão com os ataques da semana passada em Paris

Dusseldorf – A polícia alemã deteve um homem argelino em um centro de recepção de refugiados em conexão com os ataques da semana passada em Paris, informaram autoridades nesta segunda-feira.

O homem, detido na cidade de Arnsberg, no oeste do país, está sendo investigado por suspeitas de ter dito a refugiados sírios no centro que o medo e o terror se espalhariam pela capital francesa.

Ele também teria falado sobre uma bomba. O promotor público de Arnsberg, Werner Wolff, disse que estão sendo realizadas checagens para verificar se as alegações têm credibilidade.

“Há atualmente investigações sobre se o homem é um cúmplice ou um confidente”, disse Ralf Jaeger, ministro do Interior do Estado da Renânia do Norte-Vestefália (RNV).

Jaeger acrescentou que até o momento não existe nenhuma evidência de que os agressores que realizaram os ataques em Paris tinham conexão com a Renânia do Norte-Vestefália.

“Também não há evidência concreta de que há ataques planejados na RNV ou na República Federal (da Alemanha)”, disse ele, acrescentando que, ainda assim, a situação é “muito grave”.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s