Ataque com faca em trem da Áustria deixa 3 feridos

Segundo o diretor da Polícia regional de Vorarlberg, a agressão aconteceu "por um transtorno mental", o que exclui qualquer motivação política ou religiosa

Viena, 16 ago (EFE).- Ao todo, três pessoas foram esfaqueadas por um homem e ficaram feridas enquanto viajavam em um trem nas proximidades do estado federado de Vorarlberg, no extremo oeste da Áustria, em uma ação sem aparente motivação política ou religiosa.

O provável autor, um alemão de 60 anos e em aparente estado de confusão mental, foi detido e dois feridos foram levados em estado grave a uma clínica próxima, segundo a TV pública austríaca “ORF”.

O terceiro ferido foi um passageiro que conseguiu deter o agressor para entregá-lo à Polícia.

O ato aconteceu, segundo a Polícia local, por volta das 6h30 (horário local, 1h30 em Brasília) em um trem que se dirigia para a capital provincial de Bregenz, perto da fronteira com a Suíça. O criminoso foi detido na estação de Sulz, 30 quilômetros ao sul de Bregenz.

O diretor da Polícia regional de Vorarlberg, Hans-Peter Ludescher, explicou em entrevista coletiva que o detido levava documentos que indicam que ele sofre de “graves problemas psíquicos”.

Segundo ele, as autoridades austríacas receberam informações vindas da Alemanha que confirmam estas suspeitas, indicou a agência de notícias “APA”.

Segundo Ludescher, a agressão aconteceu “por um transtorno mental”, o que exclui qualquer motivação política ou religiosa.

O portal de notícia “VOL” informou que houve uma briga entre duas pessoas a bordo do trem. Um homem de 19 anos, sentado em frente ao suposto agressor, teria sofrido uma apunhalada no estômago e outra nas costas, enquanto um jovem de 17 anos teria sido ferido no pescoço, precisou a portal.

Outro passageiro, um homem de 22 anos, sofreu um corte na mão na tentativa de conter o agressor junto com os agentes da Polícia, que fizeram uso de gás pimenta.

Há três dias, um homem atacou também com uma faca e substância inflamável vários passageiros de um trem na cidade suíça de St. Gallen, 50 quilômetros ao oeste do lugar do ataque de hoje.

Nessa ação, mulher de 34 anos e o autor do crime morreram, enquanto outras duas pessoas, uma delas uma menina de 6 anos, continuam internadas em estado grave.

Os motivos desse ato ainda não foram esclarecidos, mas a Polícia suíça já excluiu a possibilidade de terrorismo.

Texto atualizado às 09h32

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s