Ameaça que fechou escolas em L.A. provavelmente era trote

O distrito escolar de Los Angeles recebe ameaças regularmente, mas essa se destacou pela sua escala, declarou Ramon Cortines, superintendente escolar

Los Angeles – Los Angeles fechou a segunda maior rede de escolas públicas dos Estados Unidos nesta terça-feira após autoridades receberem um e-mail com uma ameaça, que provavelmente se tratou de um trote, duas semanas depois de um casal, inspirado pelo Estado Islâmico, ter matado 14 pessoas em San Bernardino, a apenas 100 quilômetros da cidade.

Autoridades federais, que pediram anonimato, concordaram com uma avaliação do comissário de polícia de Nova York William Bratton de que a decisão em Los Angeles foi uma “reação excessiva” e que Nova York recebeu uma ameaça similar.

A medida sem precedentes deixou cerca de 643.000 alunos do Distrito Escolar Unificado de Los Angeles e as suas famílias lutando para viabilizar atividades alternativas e atraiu críticas uma vez que autoridades de Nova York afirmaram ter recebido a mesma ameaça e a consideraram sem credibilidade.

Uma fonte da área de segurança disse à Reuters que autoridades de Los Angeles ordenaram o fechamento para permitir uma busca completa nas cerca de 900 instalações de ensino público, sem consultar o FBI, agência federal de investigação, que lidera todas as potenciais investigações sobre terrorismo.

Contudo, o prefeito da cidade, Eric Garcetti, negou essa versão, dizendo que autoridades haviam entrado em contato com representantes federais de segurança.

Charlie Beck, comandante da polícia de Los Angeles, afirmou à imprensa que havia sido contatado na noite de segunda-feira em relação a uma “ameaça muito específica” enviada por e-mail ao conselho escolar.

Algumas outras escolas públicas na cidade permaneceram abertas, assim como as particulares.

O distrito escolar de Los Angeles recebe ameaças regularmente, mas essa se destacou pela sua escala, declarou Ramon Cortines, superintendente escolar.

“Essa é a uma ameaça rara. Não foi somente para uma escola, duas escolas, três escolas, foi para muitas escolas”, afirmou Cortines a jornalistas.

Uma autoridade dos EUA disse que investigadores estavam examinando uma possível bomba ou bombas em conexão com o fechamento de Los Angeles.

A ameaça veio por um e-mail enviado a um integrante do conselho escolar e mencionava mochilas e outros pacotes, afirmou Cortines.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s