Arábia Saudita executou 51 pessoas desde o início do ano

No dia 2 de janeiro, o país executou 47 condenados por "terrorismo", incluindo o clérigo xiita Nimr al-Nimr

Um saudita condenado a morte por assassinato foi executado nesta terça-feira em Riad, o que eleva a 51 o número de pessoas executadas na Arábia Saudita desde o início do ano.

Mechari al-Anzi foi condenado pela morte a tiros de uma pessoa durante uma disputa, afirma o ministério saudita do Interior em um comunicado divulgado pela agência oficial SPA.

Em geral, os condenados à morte na Arábia Saudita são decapitados.

Esta foi 51ª execução do ano de 2016. No dia 2 de janeiro, o país executou 47 condenados por “terrorismo”, incluindo o clérigo xiita Nimr al-Nimr, o que provocou uma grave crise diplomática entre Arábia Saudita e Irã.

Na semana passada foram executados dois condenados por crimes de direito comum e no domingo uma etíope que havia sido sentenciada pelo assassinato de uma saudita.

Em 2015, a Arábia Saudita executou 153 pessoas, segundo um balanço da AFP, o que representou um forte aumento na comparação com 2014, ano em que foram registradas 87 execuções.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s