Artefato explode perto de centro empresarial na Grécia

Pouco antes da explosão, dois jornais locais receberam chamadas telefônicas nas quais um indivíduo alertava sobre uma bomba

Atenas – Uma bomba explodiu na madrugada desta terça-feira em frente aos escritórios da federação de empresários no centro de Atenas, capital da Grécia, nas imediações do parlamento do país, sem causar vítimas, mas com numerosos danos materiais, informou a polícia.

Menos de uma hora antes da explosão, sentida em toda a região, que ocorreu às 3h35 (23h35 de segunda-feira em Brasília), dois jornais locais receberam chamadas telefônicas em que um indivíduo alertava sobre uma bomba.

Com voz distorcida, a pessoa afirmou que o artefato explodiria dali a exatamente 40 minutos em frente à federação de empresários e advertiu que não se tratava de um trote.

A polícia conseguiu isolar toda a área e preventivamente retirou os hóspedes e funcionários de um hotel nas imediações.

A bomba abriu uma cratera aonde foi colocada, na entrada do edifício da associação, provocou graves danos na fachada e quebrou vidros de várias lojas, edifícios e carros nos arredores.

Por enquanto, nenhum grupo assumiu a autoria do ataque, disse a polícia, que encontrou no local restos de uma bolsa em que o artefato explosivo estaria.

Um porta-voz do Ministério de Proteção Cidadã contou à Agência Efe que ainda não puderam determinar se a bomba foi ativada por controle remoto ou com um sistema de relojoaria.

As brigadas antiterroristas analisam todo o material recolhido, e já recolheram as gravações das câmeras de segurança da região.

Segundo informações do site “in.gr”, a polícia acredita que houve duas pessoas envolvidas, uma que colocou a mochila com a bomba no local e um segundo que o esperava em uma moto, com a qual fugiram.

As autoridades suspeitam de uma ação protagonizada por alguma guerrilha urbana para protestar contra as medidas de corte aplicadas pelo governo do esquerdista Alexis Tsipras.

O porta-voz do Ministério disse à Efe que todas as características apontam para uma organização local, como terem ligado para várias redações de jornais para alertar para o ataque.

Nos últimos anos ataques como este aconteceram várias vezes na Grécia, o último em abril do ano passado, quando um carro bomba explodiu em frente ao Banco da Grécia.

O governo e todos os partidos políticos condenaram unanimemente o atentado e afirmaram que é um ataque à democracia que prejudica a imagem da Grécia no exterior.

Na manhã de hoje uma embarcação que fazia a rota entre Rafina – porto a poucos quilômetros de Atenas, e a ilha de Eubea foi evacuada após receber por telefone uma ameaça de bomba.

Nenhum artefato foi encontrado e o navio foi liberado para zarpar.

O porta-voz ministerial diminuiu a importância deste incidente e assinalou não acreditar que tenha relação com a bomba em Atenas.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s