Atentado em hospital deixa ao menos 93 mortos no Paquistão

A explosão aconteceu pouco depois que o corpo de Bilal Kasi, um importante advogado da região, ter sido levado ao local

Pelo menos 93 pessoas morreram em um atentado suicida contra um hospital em Quetta, no Paquistão, informou hoje (8) o Ministério da Saúde daquele país.

O premier paquistanês Nawaz Sharif lamentou o ataque e expressou “sua profunda tristeza e angústia pela perda de preciosas vidas humanas”.

A explosão aconteceu pouco depois que o corpo de Bilal Kasi, um importante advogado da região, ter sido levado ao local. Ele foi morto em um tiroteio.

Ainda não se sabe se os dois episódios estão relacionados. Nenhum grupo reivindicou a autoria do atentado.

Segunda a Ansa, testemunhas descreveram uma cena terrível, com pedaços de corpos, sangue e cacos de vidro espalhados pelas imediações do hospital e dezenas de pessoas chorando.

Esse é o atentado mais sangrento registrado este ano na região do Baluquistão.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s