Aumenta a incerteza na disputa entre Trump e Cruz nos EUA

Trump ainda lidera na contagem de delegados, tendo vencido no Kentucky e Louisiana. Cruz vem fortalecendo-se, porém, como a alternativa à Trump

Florida – Eleitores republicanos mostraram que estão divididos entre os candidatos Donald Trump e Ted Cruz na mais recente rodada de votação das primárias. Depois de 19 estados já terem votado, ainda há turbulência no partido.

Trump ainda lidera na contagem de delegados, tendo vencido no sábado nos estados de Kentucky e Louisiana. Cruz vem fortalecendo-se, porém, como a alternativa à Trump e venceu no Kansas e no Maine.

Já Marco Rubio, mesmo depois de ter ouvido de Trump que deveria desistir da disputa, se prepara para vencer em seu estado, a Flórida, no dia 15 de março.

Até o momento, Trump venceu em 12 estados, Cruz em seis e Rubio conquistou apenas um estado. Já do lado dos democratas, Hillary Clinton aparece liderando com 11 vitórias ante 7 de Bernie Sanders.

Os republicanos de Porto Rico dão seus votos neste domingo, assim como os democratas do Maine.

Com o caos na corrida republicana, grandes nomes do partido buscam formas de evitar uma vitória de Donald Trump, possivelmente contestando-o durante a convenção partidária em julho mesmo que nenhum outro candidato consiga delegados suficientes para derrotar Trump até lá.

Mitt Romney, o candidato do partido nas eleições de 2012, falou esta semana de uma possível disputa durante a convenção. Ao fazer discurso no qual criticou Trump, ele levantou especulações sobre se ele mesmo não poderia ser um candidato na convenção.

As especulações aumentaram ainda mais durante a aparição de Romney num programa da rede de TV NBC. Embora ele tenha dito que “não poderia se imaginar” sendo eleito por delegados do partido na convenção em julho, ele acrescentou que ninguém no partido deveria dizer que “diria não mesmo que as pessoas quisessem que eu fosse presidente”.

Por meses, líderes republicanos têm afirmado que nem Trump nem Cruz seriam candidatos capazes de vencer uma candidatura democrata nas eleições de novembro. Mas o medo que a elite republicana tem de Trump pode ser ainda maior que o desdém direcionado a Cruz.

A senadora da Carolina do Sul Lindsey Graham disse, também à NBC, que Cruz “tem o melhor argumento até o momento de que ele pode ser uma alternativa a Trump”. Ela considerou que os outros republicanos na corrida, Rubio e o governador de Ohio John Kasich, “têm que decidir entre eles” se são mesmo uma alternativa realista a Trump.

Cruz ganhou pelo menos 64 delegados no sábado, fazendo um pequeno estrago na liderança de Trump, que conquistou 49 delegados. Rubio ficou com ao menos 13 e Kasich com 9.

Na disputa geral, Trump lidera com 378 delegados, seguido de Cruz com 295. Rubio tem 123 e Kasich, 34. São necessários 1,237 mil delegados para conquistar a indicação republicana para a disputa presidencial. Fonte: Associated Press.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s