Avião militar cai no Equador e deixa 22 mortos

O aparelho, um "Aravá" matrícula E206, transportava militares que participavam do Curso de Professores de Salto em Paraquedas

Quito – Ao todo, 22 pessoas morreram nesta terça-feira na queda de um avião militar na província de Pastaza, na região amazônica, informou o presidente do país, Rafael Correa, através do Twitter.

“Não há sobreviventes. Perdemos 22 soldados da pátria. Nosso abraço solidário as suas famílias e a nossa FFAA (sigla das Forças Armadas do Equador). É uma tragédia”, escreveu o presidente.

O aparelho, um “Aravá” matrícula E206, transportava militares que participavam do Curso de Professores de Salto em Paraquedas quando sofreu o acidente, por volta das 14h30 horas (17h30 em Brasília).

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s