Aviões turcos atacam militantes curdos, pelo menos 27 morrem

Conflito no sudeste curdo da Turquia está no seu nivel mais intenso em duas décadas desde que um cessar-fogo de dois anos entrou em colapso em julho passado

Diyarbakir — Aviões de guerra turcos atacaram alvos de militantes curdos no norte do Iraque e no sudeste da Turquia e o exército matou 27 combatentes perto da fronteira com Iraque e Irã, afirmram as forças armadas neste domingo.

O conflito no sudeste curdo da Turquia está no seu nivel mais intenso em duas décadas desde que um cessar-fogo de dois anos pelo militante Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) entrou em colapso em julho passado.

Os ataques aéreos no sábado destruíram posições de armas e abrigos e cavernas usadas por combatentes do PKK na área de Gara, no norte do Iraque, e do distrito de Lice, na província de Diyarbakir, disse o comunicado militar.

A nota não deu um número de mortos, mas a agência estaral Anadolu citou fontes de segurança dizendo que pequenos grupos de militantes do PKK foram mortos nos ataques.

Sete militantes do PKK morreram em um confronto em Semdinli, perto das fronteiras iraquianas e iranianas no sábado, enquanto em ataques aéreos a Şemdinli na sexta-feira mataram 20 combatentes do PKK, disse o exército.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s