Barcelona admite 2 delitos fiscais em caso Neymar

Em acordo, o time espanhol se comprometeu a pagar uma multa de 5,5 milhões de euros

Barcelona – O Barcelona, a Promotoria e a Advocacia do Estado da Espanha chegaram a um acordo pelo qual o clube admite dois delitos contra a Fazenda Pública na contratação do atacante Neymar e se compromete a pagar uma multa de 5,5 milhões de euros.

Segundo apurou a Agência EFE junto a fontes da Justiça, o acordo também inclui o arquivamento do processo contra o presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, e o ex-presidente Sandro Rosell, para quem o promotor tinha pedido dois anos e três meses de prisão e sete anos e seis meses, respectivamente, por diferentes delitos fiscais.

O acordo extrajudicial deve ser ratificado esta tarde pela direção do Barcelona, que realiza uma reunião extraordinária para tal efeito. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s