Bombardeios da Rússia na Síria matam 19 membros do EI

Os ataques contra a região de Al Karama, no leste da província de Al Raqqa, principal reduto do EI na Síria, mataram 15 membros da organização terrorista

Beirute – Pelo menos 19 membros do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) morreram nas últimas 24 horas na Síria devido aos bombardeios realizados pela Rússia, informou nesta terça-feira o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Os ataques contra a região de Al Karama, no leste da província de Al Raqqa, principal reduto do EI na Síria, mataram 15 membros da organização terrorista. Os outros quatro perderam a vida durante a ofensiva aérea contra a cidade de Palmira, na província de Homs.

Segundo o Observatório, as Forças Aéreas da Rússia efetuaram 34 bombardeios em Al Karama e Palmira, onde também destruíram dois depósitos de armas dos extremistas e 12 veículos.

A Rússia iniciou no último dia 30 de setembro a intervenção aérea no território da Síria para combater o EI, segundo anunciaram fontes oficiais dos dois países.

No entanto, além dos alvos do EI, ativistas e opositores sírios denunciaram que Moscou também atacou posições civis e bases de organizações rebeldes contrárias ao regime de Bashar al Assad.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s