Camarões anuncia libertação de 900 reféns de terroristas

De acordo com o comunicado, esta operação também matou "centenas de islamitas nigerianos do Boko Haram

O Exército camaronês matou em três dias “centenas” de islamitas nigerianos do Boko Haram, libertou 900 reféns e apreendeu bandeiras do Estado Islâmico (EI) durante uma operação no extremo norte de Camarões, anunciou nesta quarta-feira o ministério da Defesa do país

“Uma operação especial realizada de 26 a 28 de novembro contra combatentes do Boko Haram em áreas de fronteira com a Nigéria permitiu neutralizar mais de uma centena de jihadistas”, declarou em um comunicado à imprensa o ministro da Defesa Joseph Beti Assomo.

De acordo com o comunicado, esta operação também ajudou a “libertar cerca de 900 reféns, apreender um grande carregamento de armas e munições, bem como bandeiras do Estado islâmico”.

Nenhum detalhe foi fornecido sobre o perfil destes “reféns”.

Este balanço da operação militar não pôde ser confirmado de forma independente.

Algumas fontes da segurança confirmaram a operação, sem ser capaz de fornecer uma avaliação precisa.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s