Carson se soma a Trump e ameaça deixar o Partido Republicano

O neurocirurgião aposentado e pré-candidato republicano à presidência dos EUA nas eleições de 2016 Ben Carson seguiu os passos de Donald Trump

Washington – O neurocirurgião aposentado e pré-candidato republicano à presidência dos EUA nas eleições de 2016 Ben Carson seguiu os passos de Donald Trump e ameaçou abandonar o partido se não for respeitada a decisão dos eleitores no processo de primárias para escolher o candidato.

Carson respondeu assim a uma informação publicada nesta sexta-feira no “Washington Post” segundo a qual os dirigentes do Partido Republicano teriam mantido um jantar nesta semana no qual se falou sobre a possibilidade de pactuar um candidato de consenso na convenção Nacional Republicana de julho.

“Se os líderes do Partido Republicano querem destruir o partido, deveriam seguir mantendo encontros como o descrito esta manhã no Washington Post”, apontou Carson em comunicado na sexta-feira.

“Se isso foi o princípio de um plano para subverter a vontade dos eleitores e substitui-la pela vontade da elite política, asseguro que Donald Trump não será o único em abandonar o partido”, acrescentou.

Trata-se da primeira vez que Carson, que durante várias semanas apareceu como segundo nas pesquisas de intenções de voto entre os republicanos atrás de Trump, ventila a possibilidade de abandonar o partido.

O neurocirurgião afro-americano seguiu assim os passos do magnata imobiliário, que ao longo da campanha já ameaçou em várias ocasiões abandonar os republicanos e apresentar uma candidatura independente à Casa Branca se não receber um tratamento “justo” por parte do partido.

“Se não receber um tratamento justo, certamente consideraria (uma candidatura independente)”, voltou a dizer Trump na quarta-feira passada após as várias críticas do partido pelo qual concorre por seu polêmico plano de proibir a entrada aos EUA de muçulmanos de forma temporária como medida contra o jihadismo.

De acordo com a informação publicada nesta sexta-feira pelo jornal, altos cargos do Partido Republicano trataram nesta semana em um jantar a possibilidade de chegar à convenção em julho sem um candidato claro após as primárias em todos os estados, perante o que os delegados do partido buscariam um candidato de consenso.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s