Casais chineses não precisarão de aprovação para 2º filho

O documento divulgado nesta terça-feira informou que a implementação da política terá início neste ano, mas não divulgou datas

Pequim – A China não irá exigir autorização para que futuros pais possam ter dois filhos sob a nova “política de dois filhos”, no que parece ser uma flexibilização ainda maior dos controles reprodutivos no país mais populoso do mundo.

Um documento emitido pelo governo central e o Partido Comunista nesta terça-feira informou que as famílias poderão “organizar a procriação de forma independente” sob a nova política, sem pedido de aprovação.

A Comissão Nacional de Saúde de Planejamento Familiar tinha dito em outubro que casais ainda precisariam de aprovação prévia.

O documento divulgado nesta terça-feira informou que a implementação da política terá início neste ano, mas não divulgou datas.

A política de dois filhos em si é uma flexibilização da “política de filho único” que levou a abortos forçados e infanticídios por décadas.

Pequim espera reduzir a pressão do envelhecimento populacional.

Cerca de 90 milhões de famílias podem ser beneficiadas pela nova política. A China tinha uma população de 1,37 bilhão de pessoas no final de 2013.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s