Caso de zika é declarado na Tailândia

As autoridades não informaram em qual região do país o paciente, um jovem de 22 anos, contraiu a doença

Um homem contraiu o vírus zika na Tailândia, indicaram nesta terça-feira as autoridades de saúde, afirmando que não há epidemia no país, apesar dos casos descobertos desde 2012.

As autoridades não informaram em qual região do país o paciente, um jovem de 22 anos, contraiu a doença.

Mas confirmaram que se trata da mesma cepa do vírus que afeta a América Latina, onde se suspeita que é o causador de um número anormalmente elevado de bebês que nascem com microcefalia, especialmente no Brasil.

Na segunda-feira, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou o vírus como uma “emergência de saúde pública de alcance mundial”.

O vírus, transmitido por um mosquito, “foi confirmado por exames de sangue” em um hospital de Bangcoc, disse Santi Srisermpoke, diretor do centro Bhumibol Adulyadej.

O homem já recebeu alta, indicou o responsável sem dar mais detalhes.

“Não é uma doença nova na Tailândia. O primeiro caso confirmado ocorreu em 2012. Desde então, temos em média não mais de cinco casos ao ano”, disse Amnuay Gajeena, funcionário do ministério da Saúde.

“Não devem se deixar levar pelo pânico, nunca houve uma epidemia do zika vírus na Tailândia, e todos os casos foram pontuais”, acrescentou.

Assim como a dengue e a chicungunha, o vírus da zika é transmitido pela picada do mosquito Aedes aegypti.

Seus sintomas habituais são febre leve, dores de cabeça e erupções cutâneas.

A OMS se absteve até o momento de desaconselhar as viagens aos países afetados pela zika, limitando-se a indicar que o melhor modo de evitar o contágio é permanecer afastado de água parada, onde os mosquitos proliferam, e usar repelentes.

A Tailândia acolheu em 2015 cerca de 30 milhões de turistas, e o setor é chave para sua economia.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s