Cidade italiana afetada por terremoto processa Charlie Hebdo

A publicação ilustrou suas páginas com charges mostrando as vítimas da tragédia em camadas de lasanha

Roma – A cidade de Amatrice, a mais afetada pelo terremoto que matou dezenas de pessoas no mês passado na Itália, entrou com um processo contra a revista francesa Charlie Hebdo por difamação. A publicação ilustrou suas páginas com charges mostrando as vítimas da tragédia em camadas de lasanha.

“As charges são macabras, insensíveis e incompreensíveis”, afirmou Mario Cichetti, um advogado que representa a cidade. “Elas mostram desprezo pelas vítimas de um desastre natural”, completou.

Um advogado da Charlie Hebdo, Richard Malka, disse que não vai comentar o caso até que a revista tenha sido formalmente notificada sobre o processo.

Para determinar se as alegações têm base, os promotores vão pedir uma investigação e, de acordo com o que for concluído, eles poderão optar por fazer acusações formais ou rejeitar o processo.

Se o caso for para o tribunal, os acusadores poderão pedir compensações financeiras se atrelarem um processo civil ao procedimento. Segundo Cichetti, quaisquer ganhos monetários serão revertidos diretamente para as vítimas do terremoto. Fonte: Associated Press.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s