Colômbia pede que venezuelanos não tentem cruzar fronteira

Colômbia pediu que venezuelanos não tentem atravessar a fronteira, depois de abrir "corredor humanitário"

Autoridades departamentais da Colômbia pediram neste sábado que os venezuelanos não tentem cruzar a fronteira, fechada há um ano por Caracas.

William Villamizar, governador do departamento de Norte de Santander, fronteiriço com a Venezuela pediu aos venezuelanos “que tenham um pouco de paciência para poder recebê-los de forma amável e não os expondo a uma tragédia pelas situações que se apresentaram”.

Nos últimos finais de semana, a Colômbia abriu um corredor humanitário através de duas pontes internacionais, Simón Bolívar e Francisco de Paula Santander, que ligam San Antonio e Ureña (Venezuela) a Norte de Santander.

Nesse período cerca de 150.000 venezuelanos cruzaram a fronteira em busca de alimentos e produtos básicos.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s