Colômbia tem mais de 37 mil vítimas do vírus Zika

O Zika, transmitido pelo Aedes aegypti, provoca sintomas gripais (febre, dor de cabeça e dores lombares), mas é também suspeito de provocar microcefalia

Mais de 37 mil casos de contágio pelo vírus Zika foram confirmados na Colômbia. Dentre eles,  6.536 são em grávidas. São quase 5.456 novos casos em uma semana, segundo o último balanço divulgado hoje (20) no segundo país mais atingido pelo vírus, depois do Brasil. O vírus está presente em 235 cidades da Colômbia, 44% no centro do país e 20,9% na zona caribenha.

O Zika, transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, provoca sintomas gripais benignos (febre, dor de cabeça e dores lombares), mas é também suspeito de, quando afeta mulheres grávidas, provocar uma grave malformação congênita do feto, a microcefalia (redução do perímetro craniano, nociva ao desenvolvimento intelectual).

Na Colômbia, onde o ministério da Saúde estabeleceu a relação entre o Zika e três mortes por Síndrome Guillain-Barré, as autoridades esperam mais de 600 mil pessoas infectadas pelo vírus em 2016 e cerca de 500 casos de microcefalia. A Organização Mundial de Saúde (OMS) alertou para a propagação do vírus em todo o continente americano, com exceção do Canadá e do Chile.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s