Com bom humor, chinês fica mais de 1h em caixa de gelo

Com a parte inferior do corpo tomada por pedaços de gelo, o chinês não demorou muito tempo a tremer com o frio

Vestindo apenas um calção de banho, o chinês Cui Deyi, conhecido como “urso polar”, sofreu com o frio durante mais de uma hora dentro de uma caixa transparente com gelo até a cintura, mas sem perder o sorriso, orgulhoso da façanha.

“No momento me sinto muito bem”, declarou à AFP Cui Deyi, apesar da temperatura glacial em Handan, uma cidade do norte da China.

Cui é uma das pessoas que submetem o corpo ao frio extremo ao redor do planeta para testar seus limites.

“Poderia ficar pelo menos por outra hora”, disse o ‘atleta’.

A declaração foi feita com a segurança de quem suportou 75 minutos nas águas glaciais da costa da Noruega em 2011.

Com a parte inferior do corpo tomada por pedaços de gelo, o chinês não demorou muito tempo a tremer com o frio.

Mas isto não o impediu de vencer várias partidas de xadrez chinês. Como um relâmpago, ele movimentava as peças do tabuleiro colocado diante de seu corpo.

“Graças ao xadrez, testo minha capacidade para suportar o frio, para ver se meus pensamentos e gestos são afetados”, explicou.

Cui é natural de Huangshan, na província de Anhui (leste), e participa há uma década em competições de resistência ao frio extremo, depois de nadar em rios e águas geladas em pleno inverno.

“Assim, começou a virar um trabalho”.

A “natação de inverno” consiste em entrar em águas glaciais, um prática que supostamente previne doenças e tem muitos fãs na China, onde recebe apoio oficial.

O país tem vários clubes, incluindo o de Handan, que organizou o desafio superado por Cui, às margens o lago semicongelado de Yiquan.

Muitos curiosos e políticos acompanharam o desafio, ao lado de uma faixa com a frase “Nadem livremente no lago Yiquan e construam o sonho chinês”.

Cui não é o único especialista na “modalidade” na China. Em 2013 enfrentou o compatriota Jin Songhao.

Os dois ficaram submersos até o pescoço em recipientes com gelo. O “urso polar” derrotou o adversário após 138 minutos, segundo a imprensa.

Mas seu principal rival no mundo é o holandês Wim Hof, conhecido como “o homem de gelo”. Em 2007, escalou o Everest em um calção de banho até 7.400 metros, um recorde.

Ele afirma que não tem poderes especiais, apenas décadas de treinamento, de meditação e de ioga.

Nada que assuste Cui, que desafia qualquer um “suficientemente bom” para uma comparação a qualquer momento.

“Veremos quem tem mais resistência”, disse.

Após uma hora de imersão, o chinês saiu da caixa de gelo. A temperatura era de 2°C. Algumas pessoas entregaram um roupão e bateram em seu corpo para restabelecer a circulação sanguínea. Cui vestiu a roupa e seguiu para o hotel.

Com as mãos ao redor de uma tigela de sopa, acompanha de ravióli de verduras, Cui afirmou que treina diariamente e toma um banho de gelo de meia hora por dia.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s