Comício de Trump teve mais policiais do que manifestantes

Manifestantes num comício carregavam cartazes dizendo “Parem o nazi Trump” e “Faça a América Odiar de Novo”, sob a vigilância de um grande número de policiais

Anaheim – Manifestantes num comício de Donald Trump nesta quarta-feira, no sul da Califórnia, nos Estados Unidos, carregavam cartazes dizendo “Parem o nazi Trump” e “Faça a América Odiar de Novo”, sob a vigilância de um grande número de policiais, depois que um evento de Trump no Novo México acabou em caos.

O número de policiais era maior do que os 100 manifestantes do lado de fora do centro de convenções onde Trump falava. Muitos estavam insatisfeitos com as opiniões de Trump sobre imigrantes hispânicos, romperam uma pinhata com a aparência de Trump e colocaram a cabeça de papel no topo de um mastro com uma bandeira mexicana.

A polícia havia alertado que eles tomariam ação “imediata” se o protesto no evento em Anaheim se intensificasse. Cerca de 100 policiais observaram atrás de uma barricada de metal, e outros 50 vice-xerifes se posicionaram no local.

Dentro do prédio, Trump foi interrompido por manifestantes quando falava, incluindo um com uma bandeira mexicana.

“Não o machuque”, afirmou Trump quando um homem foi conduzido para fora do local.

“Eu digo isso para as câmeras de TV. Apesar de ele ser uma pessoa má.” As aparições de Trump em regiões do oeste norte-americano com populações hispânicas têm atraído grandes protestos, como o da noite de terça-feira em Albuquerque, onde manifestantes que atiraram pedras foram presos.

Os comentários de Trump de que o México está enviando criminosos e sequestradores para os EUA, quando ele lançou a sua campanha no ano passado, provocaram vários protestos.

Os problemas de Trump com os eleitores latinos podem minar as suas esperanças para 8 de novembro. Uma pesquisa do grupo Latino Decisions constatou que 87 por cento dos eleitores hispânicos registrados veem o candidato de forma desfavorável. Estados como Nevada e Novo México tem populações hispânicas crescentes que podem ser decisivas no pleito.

A viagem de Trump ao oeste ocorre antes das prévias da Califórnia e Novo México em 7 de junho. Trump também planeja realizar diversos grandes eventos para angariar fundo na sua passagem pela Califórnia. É a primeira ação do tipo que o magnata de Nova York do setor imobiliário está fazendo depois da sua campanha nas primárias financiada em grande parte por ele mesmo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s