Croácia estuda construir cerca em sua fronteira com Sérvia

A ministra de Relações Exteriores croata confirmou a informação, mas destacou se tratar de "algo que não queremos, não consideramos que seja uma solução"

Zagreb – A Croácia estuda construir uma cerca para fechar sua fronteira com a Sérvia para conter e controlar a afluência de refugiados, apesar de considerar esta a “última possibilidade” para lidar com a crise migratória.

A ministra de Relações Exteriores croata, Vesna Pusic, confirmou nesta terça-feira, em entrevista à televisão balcânica “N1”, essa informação, que já havia sido publicada na imprensa local, mas destacou se tratar de “algo que não queremos, não consideramos que seja uma solução”.

Segundo o jornal “Jutarnji list” de Zagreb, um representante do governo que pediu o anonimato informou que a eventual cerca pode ser construída em dois ou três semanas.

Isto pode ocorrer caso o governo considere necessário impor uma “redução drástica” do fluxo de refugiados que passam pela Croácia em direção a Europa Ocidental.

“Se a Eslovênia e Áustria decidirem reduzir drasticamente a afluência de migrantes, nós também não poderemos fazer outra coisa do que limitar o número de pessoas que chegam para nós da Sérvia”, disse a fonte, em referência ao efeito dominó que esse tipo de decisão em um país de amparo, por exemplo a Alemanha, causaria.

“Nesse caso, a construção da cerca duraria algumas semanas devido a obstáculos naturais, como terrenos pantanosos”, acrescentou o jornal.

O primeiro-ministro croata, Zoran Milanovic, reiterou ontem que seu país “não permitirá se transformar em um ‘hot spot’ de refugiados”, ou seja, em um centro de amparo e registro de solicitantes de asilo.

“Se a Alemanha fechar suas fronteiras, teremos que fechar um após o outro, em toda a rota. O que vamos fazer agora?”, questionou Pusic, ao advertir do risco de a cerca provocar a aglomeração de milhares de pessoas em território sérvio, o que pode deixar a situação fora de controle.

Desde sábado, quando a Hungria fechou sua fronteira com a Croácia para a passagem de refugiados, houve aglomerações de milhares de refugiados, que continuam parados nas fronteiras servio-croata e croato-eslovena.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s