Debate republicano mantém baixo nível

A declaração de Trump provocou risadas no salão do debate e viralizou nas redes sociais

Em algo inédito na história dos debates presidenciais nos Estados Unidos, Donald Trump baixou o nível da campanha eleitoral a um patamar inimaginável nesta quinta-feira, ao fazer referência ao tamanho de seu pênis.

O magnata e pré-candidato favorito à indicação republicana se dirigiu ao senador Marco Rubio, que no final de semana passado citou o tamanho pequeno das mãos de Trump, para garantir que não tem nada errado com seu pênis.

“Ele atacou as minhas mãos”, disse Trump durante o debate em Detroit organizado pela Fox News.

“Olhem as minhas mãos. São mãos pequenas?! Ele fala das minhas mãos para dar a entender que se elas são pequenas, outra coisa também é, mas posso lhes garantir que não há qualquer problema aqui”.

A declaração de Trump provocou risadas no salão do debate e viralizou nas redes sociais.

Em várias ocasiões, os moderadores tiveram que chamar a atenção dos debatedores para conter ofensas e gritos.

O debate foi quente entre Rubio e Trump, especialmente envolvendo a carreira do magnata do ramo imobiliário. O senador pela Flórida acusou Trump de exportar empregos para México e China, principalmente na produção de sua linha de roupas.

Rubio citou os negócios suspeitos do magnata, incluindo casinos e a Universidade Trump, alvo de processos de diversos ex-estudantes.

Trump reagiu chamando o senador de “pequeno Marco” e afirmando que ele “jamais empregou uma pessoa na sua vida”. “Eu já empreguei dezenas de milhares de pessoas”.

Sobre a Universidade Trump, o magnata disse que a instituição é alvo de “um processo civil menor”.

O senador texano Ted Cruz lembrou que Trump emitiu dez cheques para diversas campanhas da democrata Hillary Clinton no passado e que o magnata “tem uma relação muito frágil com a verdade”.

Trump reagiu afirmando que Cruz mente desde o início da campanha e que Rubio sequer cumpre suas obrigações como senador.

No final do debate, Trump garantiu que se não for escolhido para concorrer à presidência, apoiará o candidato republicano, em uma declaração visando baixar a crescente tensão no partido.

O debate reuniu Trump, Cruz, Rubio e o governador de Ohio, John Kasich.

As principais figuras do Partido Republicano já não escondem mais o pânico com uma candidatura de Trump e com a ausência de um oponente viável que represente o eleitorado conservador.

Nesta quinta-feira, o ex-candidato à presidência na eleição de 2012, o republicano Mitt Romney, lançou um dramático apelo aos eleitores conservadores para que ignorem a campanha de Trump, após chamar o magnata de “falso” e “uma fraude”.

Do alto do prestígio de que ainda goza no Partido Republicano, Romney afirmou que uma candidatura do bilionário levará, necessariamente, a uma catástrofe nas urnas em 8 de novembro.

Romney questionou a integridade moral de Trump, alegando que ele representa “o mesmo tipo de ódio que levou outras nações ao abismo”.

Dos 15 estados disputados nas prévias republicana este ano (11 primárias e quatro “caucuses”), Donald Trump venceu em dez deles, mantendo a liderança em número de delegados para garantir a indicação à presidência na Convenção Nacional Republicana. O evento está previsto para julho.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s