Deserções de norte-coreanos para Coreia do Sul sobem 16%

Dados são para os primeiros cinco meses de 2016

Seul — As deserções de norte-coreanos para a Coreia do Sul aumentaram 16% anualizado nos primeiros cinco meses de 2016, após cair com firmeza nos últimos anos após a chegada ao poder de Kim Jong-un, segundo mostraram dados do governo sul-coreano.

O número total de norte-coreanos que solicitaram asilo no vizinho do Sul entre janeiro e maio foi de 590, segundo os números do Ministério da Unificação.

É a primeira vez que a chegada de desertores aumenta a um ritmo semelhante desde que em 2011 Kim Jong-un começou a liderar o regime de Pyongyang após a morte de seu pai.

Os funcionários de Unificação acreditam que este aumento poderia responder em parte ao efeito das duras sanções que a ONU implementou em março contra o fechado país como castigo ao teste nuclear e ao lançamento de um míssil intercontinental realizados pelo Exército norte-coreano em janeiro e fevereiro.

As deserções em grupo, como a que protagonizaram em abril os 13 norte-coreanos que trabalhavam em um dos restaurantes do regime na China, constituem uma raridade e contribuíram também para aumentar o número, segundo a Unificação.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s