Dois ministros renunciam por “erros” vinculados aos ataques

Os ministros do Interior e da Justiça belgas, Jan Jambon e Koen Geens, apresentaram sua renúncia ao primeiro-ministro belga, que as rejeitou

Os ministros do Interior e da Justiça belgas, Jan Jambon e Koen Geens, apresentaram nesta quinta-feira sua renúncia ao primeiro-ministro belga, Charles Michel, que as rejeitou, por “erros” vinculados à vigilância de um dos homens-bomba dos atentados de Bruxelas, informou a imprensa belga.

“Confirmo que apresentei minha renúncia”, declarou o ministro do Interior, Jan Jambon, citado pelo jornal Le Soir.

O ministro da Justiça, Koen “Geens também. Os pedidos foram rejeitados”, acrescentou, explicando que houveram “erros da Justiça e de um oficial (belga) na Turquia”.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s