Egito nega que avião russo foi derrubado por terroristas

Após descartar suspeita de terrorismo, primeiro-ministro do Egito disse que os dados das caixas-pretas, já recuperadas, determinarão as causas da queda

Cairo – O primeiro-ministro do Egito, Sherif Ismail, descartou a possibilidade de o avião da companhia russa Metrojet, que caiu neste sábado na Península do Sinai com 224 pessoas a bordo, ter sido derrubado por terroristas.

Em entrevista coletiva transmitida pela emissora estatal egípcias, Ismail disse que os dados das caixas-pretas, já recuperadas, determinarão as causas da queda, que ocorreu pouco depois de a aeronave ter decolado da cidade de Sharm el-Sheikh.

Mais cedo, a Rússia também já tinha classificado como inverídicas as informações que apontavam que o avião tivesse sido alvo de um atentado terrorista, depois de a filial egípcia do grupo Estado Islâmico (EI) ter afirmado, em mensagem divulgada pela internet, ter derrubado o Airbus A321 da companhia russa. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s