EI está por trás de 400 ataques durante Ramadan, diz ONU

Ramadan é o nono mês do ano muçulmano, durante o qual o jejum rigoroso é observado do nascer ao pôr do sol

Nações Unidas – O Estado Islâmico cometeu – ou inspirou indiretamente – 393 ataques em 16 países durante o mês do Ramadan, de acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU).

Ramadan é o nono mês do ano muçulmano, durante o qual o jejum rigoroso é observado do nascer ao pôr do sol. Militantes islâmicos consideram o Ramadan o período mais sagrado para atos de martírio.

Embora tenha sua expansão territorial diminuída ou até mesmo revertida, é provável que o Estado Islâmico continue com seus ataques ao passo em que se transforma em uma “organização terrorista real”, disse Jean-Paul Laborde, chefe do Comitê Executivo Antiterrorista da ONU.

A maioria dos ataques durante o Ramadan ocorreram entre 6 de junho e 5 de julho, em lugares como Iraque e Síria, ainda de acordo com Laborde.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s