EI reivindica autoria de ataque em hospital do Paquistão

"Um mártir do Estado Islâmico detonou seus explosivos em uma reunião na cidade de Quetta", disse a agência de notícias do EI

Cairo – O Estado Islâmico reivindicou a responsabilidade por um ataque de um homem-bomba no Paquistão, que matou pelo menos 70 pessoas e feriu mais de 100 nesta segunda-feira enquanto pessoas se reuniam para lamentar uma morte no hospital da cidade de Quetta, disse a agência de notícias Amaq, ligada ao Estado Islâmico.

“Um mártir do Estado Islâmico detonou seus explosivos em uma reunião de empregados do Ministério da Justiça e de policiais paquistaneses na cidade de Quetta”, disse a Amaq.

O grupo Jamaat-ur-Ahrar, uma facção do Taliban no Paquistão, também reivindicou a responsabilidade pelo ataque.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s