Erdogan diz que Turquia não deve adiar uso da pena de morte

A Turquia aboliu a pena de morte em 2004 para cumprir requisitos de acesso à União Europeia e não realiza nenhuma execução desde 1984

Istambul- O presidente da Turquia, Tayyip Erdogan, disse neste domingo que não deveria haver nenhum atraso no uso da pena de morte no país após a tentativa de golpe contra ele, acrescentando que o governo irá discutir a questão com partidos de oposição.

Falando a uma multidão de apoiadores que pediam a pena de morte em frente à casa dele em Istambul, Erdogan disse: “Nós não podemos ignorar esse pedido.” A Turquia aboliu a pena de morte em 2004 para cumprir requisitos de acesso à União Europeia e não realiza nenhuma execução desde 1984.

Erdogan também pediu que seus seguidores continuem a protestar contra a tentativa de golpe nas ruas e nas praças até sexta-feira, dizendo que a ameaça contra ele não está completamente eliminada.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s