Turquia rebate acusações sobre compra de petróleo do EI

Erdogan, falando em uma universidade de Doha, capital do Catar, disse também não desejar que as relações com Moscou fiquem ainda piores

Doha – O presidente turco, Tayyip Erdogan, disse nesta quarta-feira que ninguém tem o direito de “difamar” a Turquia ao acusar o país de comprar petróleo do Estado Islâmico, e afirmou que renunciaria se essas alegações fossem comprovadas como verdadeiras.

Erdogan, falando em uma universidade de Doha, capital do Catar, disse também não desejar que as relações com Moscou fiquem ainda piores.

O Ministério da Defesa da Rússia disse ter comprovado que Erdogan e sua família estavam se beneficiando de contrabando de petróleo a partir de territórios controlados pelo Estado Islâmico na Síria e no Iraque.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s