Eslovênia pede solidariedade a UE por chegada de refugiados

"A Eslovênia pede a UE e as instituições europeias que tomem parte ativa para enfrentar este peso de magnitude desproporcional para nosso Estado"

Zagreb – A Eslovênia pediu nesta terça-feira a solidariedade e uma ajuda “ativa” de seus sócios na União Europeia (UE) para enfrentar a forte pressão que sofre pela afluência em massa de refugiados desde sábado.

“A solidariedade europeia está a toda prova”, afirmou o governo esloveno em comunicado publicado nsta madrugada em seu site.

“A Eslovênia pede aos países-membros da UE e as instituições europeias que tomem parte ativa para enfrentar este peso de magnitude desproporcional para nosso Estado”, acrescentou a nota.

Também advertiu que a capacidade deste “pequeno país de dois milhões de habitantes” de acolher e atender as milhares de pessoas que entraram em seu território desde o fechamento da fronteira da Hungria com a Croácia no último dia 17, está superada.

Por essa razão, pediu aos demais membros da UE que se mostrem solidários, já que “é ilusório esperar que um país de dois milhões de habitantes possa deter, ordenar e resolver aquilo que países-membros muito maiores não conseguiram”.

No mesmo comunicado o governo esloveno anunciou que apresentará hoje ao parlamento sua decisão de recorrer ao exército para fortalecer o controle de sua fronteira com a Croácia, uma medida que exige uma emenda a atual legislação para poder ser executada.

Segundo a Eslovênia, somente ontem ontem oito mil refugiados entraram em terreno esloveno vindos da Croácia, enquanto “só” dois mil seguiram viagem para a Áustria.

O fechamento da fronteira da Hungria com a Croácia provocou um novo desvio da rota por onde centenas de milhares de pessoas que fogem dos conflitos violentos de seus países, como Síria, Afeganistão e Iraque passaram em busca de asilo na Europa ocidental, principalmente na Alemanha e na Suécia.

Com o desvio se formaram gargalos nessa rota dos Bálcãs, com milhares de pessoas aglomeradas nas fronteiras servio-croata e croata-eslovena, em uma situação precária, ao relento, enfrentando frio e as intensas chuvas dos últimos dias.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s