Estado Islâmico confirma morte de seu “ministro da guerra”

Grupo extremista afirmou que Omas al Shishani foi morto durante um combate perto da cidade de Mosul, no Iraque

Beirute – O Estado Islâmico confirmou hoje que Omar al-Shishani, um dos comandantes do grupo, foi morto durante um combate perto da cidade de Mosul, no Iraque. Al-Shishani era considerado o “ministro da guerra” do grupo extremista.

Em março, autoridades dos EUA e do Iraque haviam dito que o extremista morrera devido aos ferimentos sofridos durante um ataque aéreo comandado pelos norte-americanos na Síria.

No entanto, a agência de notícias do Estado Islâmico, Aamaq, afirmou que al-Shishani, que estava na casa dos 30 anos, foi “martirizado” na cidade de al-Shirqat, perto de Mosul, enquanto ajudava a “deter a campanha militar” contra a cidade dominada pelo grupo. A Aamaq também negou que al-Shishani tenha morrido em março. Fonte: Associated Press.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s