EI reivindica atentado contra exército jordaniano

Segundo indicaram as Forças Armadas da Jordânia então, o suicida teve como alvo uma posição militar situada frente a um campo de refugiados sírios

Cairo – O grupo terrorista Estado Islâmico (EI) assumiu nesta segunda-feira a autoria, com uma semana de atraso, do atentado suicida com carro-bomba que causou a morte de sete uniformizados jordanianos na fronteira entre Jordânia e Síria.

A agência de notícias “Amaq”, vinculada ao grupo jihadista, informou que “o ataque suicida que atingiu a base americana-jordaniana de Rakban foi cometido por um combatente do Estado Islâmico”.

Na internet, a “Amaq” também publicou um vídeo que mostra de longe um veículo circulando em grande velocidade por uma zona desértica e levantando uma grande poeira.

O carro é detonado junto ao que parece a base militar e a forte explosão provoca uma grande coluna de fumaça, segundo as imagens, gravadas à distância.

Segundo indicaram as Forças Armadas da Jordânia então, o suicida teve como alvo uma posição militar situada frente a um campo de refugiados sírios, na zona remota e fronteiriça de Rakban.

As vítimas mortais foram cinco guardas fronteiriços -entre eles um sargento-, um soldado da Defesa Civil e outro da Segurança geral.

O ataque, perpetrado em 21 de junho, foi o primeiro deste tipo registrado contra o Exército jordaniano desde o início do conflito sírio em 2011.

Até agora, a Jordânia tinha se mantido relativamente estável e não tinha sofrido ações terroristas como seus países vizinhos.

No entanto, o país faz parte da coalizão militar internacional dirigida pelos Estados Unidos contra o EI, que ameaçou em várias ocasiões às autoridades jordanianas.

Em resposta ao atentado, as autoridades jordanianas se comprometeram a manter sua luta contra os terroristas e declararam a fronteira com a Síria “zona militar fechada”.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s