EUA libertam 70 reféns em operação contra o EI

País também anunciou a morte do primeiro soldado americano em combate direto contra o grupo terrorista

Washington – O Pentágono anunciou nesta quinta-feira a libertação de 70 reféns e a morte do primeiro soldado dos Estados Unidos em combate direto contra o Estado Islâmico (EI), durante uma operação das forças especiais para libertar “peshmergas” curdos no Iraque.

O porta-voz do Pentágono, Peter Cook, explicou que a missão aconteceu hoje e foi solicitada pelo governo Regional do Curdistão Iraquiano para libertar um grupo de militares curdos sequestrado por membros do EI perto de Hawija.

O porta-voz do Departamento de Defesa acrescentou que a operação foi “deliberadamente planejada e lançada após se conhecer que os sequestrados tinham pela frente uma iminente execução em massa”, e foi realizado com helicópteros americanos em apoio às forças curdas.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s