EUA: Obama corre para encolher fileiras em Guantánamo

O impulso vem com o risco do presidente Barack Obama não conseguir cumprir a tempo sua promessa de fechar o centro de detenção de 14 anos de idade

Washington — A administração do presidente dos Estados Unidos Barack Obama está lutando para liberar o maior número de prisioneiros possíveis do centro de detenção da Baía de Guantánamo, em Cuba, e considerando novas estratégias legais para fazê-lo.

As opções que estão sendo consideradas incluem permitir que alguns homens fechem acordos de confissão por teleconferência e enviar outros para países estrangeiros para serem processados.

O governo também acelerou suas audiências de liberdade condicional, para detentos que não estão enfrentando acusações e podem ser elegíveis para transferência no exterior. O impulso vem com o risco do presidente Barack Obama não conseguir cumprir a tempo sua promessa de fechar o centro de detenção de 14 anos de idade.

O Congresso está em vias de renovar a proibição de movimento presos ao solo norte-americano. A administração espera reduzir gradualmente as fileiras para ajudar a convencer os legisladores a mudar de rumo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s