Falha em segurança facilitou bomba em avião russo, diz EI

O Estado Islâmico anunciou também na revista ter matado um chinês e um norueguês mantidos reféns

Cairo – O Estado Islâmico afirmou nesta quarta-feira, em sua revista Dabiq, que inicialmente havia planejado derrubar um avião de país ocidental sobre a península do Sinai, no Egito, mas houve mudança de alvo após a Rússia lançar ataques na Síria.

O grupo afirmou ainda que colocou a bomba no avião russo depois de descobrir uma brecha na segurança do aeroporto de Sharm al-Sheikh.

O Estado Islâmico anunciou também na revista ter matado um chinês e um norueguês mantidos reféns, mostrando fotos que pareciam ser de homens mortos com uma faixa dizendo “executados”.

Em sua edição anterior da Dabiq, o grupo havia dito que os dois reféns estavam “à venda”.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s