França diz que Brexit não pode ser anulado

A perspectiva de longas negociações com Bruxelas também oferece a tentação de fazer arrastar a saída do Reino Unido, uma opção que líderes europeus rejeitaram

A decisão do Reino Unido de deixar a União Europeia não pode ser “adiada” ou “anulada”, declarou nesta quinta-feira o presidente François Hollande, depois de uma reunião bilateral com o primeiro-ministro britânico, David Cameron.

“É neste momento que nos damos conta: estar na União Europeia é vantajoso. E é isso é, penso eu, o que os britânicos estão começando a entender, aqueles que foram tentados pelo ‘Brexit’ agora estão pensando sobre isso”, declarou o chefe de Estado francês à margem das comemorações do centenário da batalha do Somme em Thiepval (norte da França), que presidiu com Cameron.

“Mas a decisão foi tomada, ela não pode ser adiada ou anulada”, ressaltou Hollande.

Apesar de não estar previsto, o presidente se reuniu por cerca de dez minutos com Cameron após a cerimônia no Memorial de Thiepval para comemorar a sangrenta batalha do Somme (1,2 milhãos de vítimas).

Se a saída do Reino Unido continua a ser o resultado mais provável, a ideia de um “Breversal”, um passo atrás na decisão de saída, emerge frente a complexidade desta decisão sem precedentes na UE.

A perspectiva de longas negociações com Bruxelas também oferece a tentação de fazer arrastar a saída do Reino Unido, uma opção que os líderes europeus rejeitaram na sua cúpula na semana passada.

Após a notificação do “próximo primeiro-ministro ou primeira-ministra”, haverá uma fase de negociações “que não irá durar mais do que dois anos”, reiterou Hollande.

“Quanto mais cedo melhor”, ressaltou à BBC pouco mais cedo. Depois de concluir essas negociações, “haverá um status que será dado ao Reino Unido, que não estará mais na UE, mas que poderá, sob certas condições, negociar com o mercado interno, o mercado europeu”, insistiu o presidente francês.

“É do interesse do Reino Unido, mas isso terá consequências, é claro! Não pode haver os mesmos benefícios quando se está fora da União quando”, garantiu.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s